Quatro medidas para a empresa se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados

Quatro medidas para a empresa se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados

O plenário do Senado aprovou a Lei Geral de Proteção de Dados pessoais, que tramitava como Projeto de Lei da Câmara 53/2018. A lei disciplina a forma como informações são coletadas e tratadas, especialmente em meios digitais, como dados pessoais de cadastro ou até mesmo textos e fotos publicados em redes sociais.

O projeto abrange as operações de tratamento realizadas no Brasil ou a partir de coleta de dados feita no país por empresas brasileiras ou estrangeiras. A norma também vale para empresas ou entes que ofertem bens e serviços ou tratem informações de pessoas que estão aqui. 

Leia o artigo de Maurício Fiss, sócio-diretor da área de tecnologia da Protiviti, consultoria global especializada em finanças, tecnologia, operações, governança, risco e auditoria interna, publicado no Estadão, em 30/07/2018.

Clique aqui https://bit.ly/2vjhVaq

categoria de indústria:
Clique here para acessar todas as séries