Suporte ao Comitê de Auditoria

Body


Os profissionais do Comitê de Auditoria da Protiviti auxiliam os comitês das organizações com a eficácia das atividades relacionadas à auditoria interna. Para responsabilidade fiduciária do comitê de auditoria, são essenciais: dedicação dos membros do comitê de auditoria, independência no pensamento, uma mentalidade profissional e sólido conhecimento da empresa.

 

 

Fonte: Guia de orientação para Melhores Práticas de Comitês de Auditoria, IBGC 2009

 

 

Os comitês de auditoria são exigidos para instituições financeiras e sociedades seguradoras (através das resoluções 3.198 do CMN e 118 do CNSP respectivamente) além de empresas com ações listadas no mercado norte americano por exigência da SOx (Lei Sarbanes-Oxley). Conforme a instrução CVM 509/11 dispõe que o comitê deve constar do estatuto social da companhia, possuir autonomia operacional e orçamentária, ter a maioria dos membros independentes, ser composto de no mínimo três membros dos quais um deve ser do conselho de administração e não participar da diretoria. Conforme documento de orientações sobre comitês de auditoria publicado pelo IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) e pelo IBRACON (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil) as principais atribuições do comitê de auditoria são:

 

  • Supervisionar o processo de elaboração das demonstrações financeiras; 

  • Avaliar e monitorar a qualidade e a integridade dos processos de gerenciamento de riscos e controles internos; 

  • Promover uma postura de conformidade, integridade e ética, relacionando-a à identidade da organização; 

  • Supervisionar o funcionamento do código de conduta, da ouvidoria e do canal de denúncias; 

  • Avaliar a correção ou o aprimoramento das políticas internas da organização, incluindo a política de transações com partes relacionadas; 

  • Supervisionar e acompanhar os trabalhos de auditoria interna; 

  • Fazer recomendações sobre seleção, contratação, acompanhamento e substituição da auditoria independente.